Barriga inchada o que fazer

Barriga inchada o que fazer

A sensação de barriga inchada, é bastante desconfortável, especialmente no verão, quando é altura de usar roupas mais leves e no momento de usar o biquini.

Vamos dar-lhe algumas dicas para você começar a sentir-se melhor e não ter aquela terrível sensação.

– Em primeiro lugar, você deve saber que não é apenas o que você come, mas como você come que causa a barriga inchada.

– Se você comer muito rápido, saiba que, além de correr o risco de engordar, a digestão fica mais lenta devido á fermentação dos alimentos no estômago e a produção de gás pelo intestino é maior.
Iniciar a refeição com saladas ou torradas são algumas propostas que exigem mastigação de alimentos.
Portanto, tente comer mais devagar e mastigar bem os alimentos que você come para evitar o inchaço.

– Fazer abdominais ajuda a manter uma barriga lisa e tonificada. No entanto, às vezes, o exercício físico não é suficiente para reduzir o inchaço e o desconforto envolvidos.
O tipo de alimentos consumidos, a maneira de cozinhar e os ritmos das refeições são factores que influenciam fortemente este desconforto, que deveria ser temporário, pode tornar-se permanente.

– Por outro lado, em relação aos alimentos você deve evitar os alimentos fritos e gorduras.
Por isso escolha receitas grelhadas e de baixo teor de gordura para evitar a barriga inchada.
Além disso, você deve incluir na sua dieta, se você não tem ainda, alimentos com fibras comendo mais frutas e legumes.

– Para facilitar o trânsito intestinal, você deve exercitar-se regularmente, fazendo caminhadas, corrida ou qualquer desporto, que servem para corrigir a mobilidade intestinal
e, consequentemente, para a eliminação dos resíduos que permanecem no corpo.

– Corte nas bebidas com gás, incluindo água com gás pois ela também pode causar barriga inchada, mais ainda se bebida durante as refeições.
Solução: beber água pura e de preferência entre as refeições é um bom conselho para combater o inchaço.

– Não coma muitas fibras, pois comer mais fibras que o organismo tolera é contraproducente, pois pode causar diarreia e distensão abdominal.
Solução: para evitar a dor de estômago, que começa no consumo de alimentos integrais, deve fazê-lo gradualmente
(como o pão, os cereais, mais tarde, com arroz e massas …).
Faça uma dieta e consuma com frequência frutas, saladas e legumes,nozes, frutas secas e vegetais.

– Finalmente, não se esqueça de beber 1-2 litros de água por dia para evitar a retenção de líquidos e facilitar a remoção do excesso.

Alguns alimentos que ajudam a livrar-se da barriga inchada:

Chá de Cavalinha e Hibiscos

Esse poderoso chá tem propriedades que acabam com a retenção de líquidos, um dos principais motivos da barriga inchada. Para fazê-lo, ferva um litro de água e acrescente 1 colher de sopa das ervas secas de cavalinha e uma de hibiscos. Deixe abafar por aproximadamente 5 minutos e coe. Esse chá deve ser ingerido ao longo do dia e, se preferir potencializá-lo, bata no liquidificador capim-limão e rodelas de abacaxi. Com isso, você acaba com aquele incômodo de ver a sua barriguinha saltada e também com a temível flacidez. Você também pode encontrar a Cavalinha e o Hibisco em cápsulas que proporcionam um efeito mais rápido.

Camomila e melissa

Contêm substâncias (o flavonoide apigenina, na camomila, e óleos essenciais, na melissa) com efeito relaxante, proporcionando uma boa noite de sono.

Levedura de cerveja

Rico em vitaminas do complexo B e minerais (cálcio, cobre, cromo, magnésio, potássio, selênio, silício e zinco), diminui a absorção do açúcar. Além disso, facilita a recuperação do fígado, que fica especialmente sobrecarregado nos dias de comilança.

Alface

Carrega substâncias (clorofila + flavonoides) que, combinadas, contribuem para diminuir o excesso de líquido, o que faz desinchar.

Couve

Entre vários nutrientes importantes, tem alto teor de clorofila, substância que ajuda a limpar o organismo, especialmente o intestino. Esse nutriente ainda protege o fígado dos efeitos nocivos das bebidas alcoólicas.

Cenoura

A combinação de vitaminas desse legume estimula o metabolismo que costuma ficar mais lento depois de um processo de digestão difícil. Ainda carrega dois minerais, silício e potássio, que trabalham juntos na eliminação do excesso de líquido no organismo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *