Como acabar com a retenção de líquidos

maissaude_barriga_retenção_de_liquido

 

Muitas mulheres infelizmente sofrem deste mal: a retenção de líquidos  Faz-nos sentir pesadas e inchadas e se subimos à balança assustamos- nos imediatamente com o aumento que ela apresenta. Podemos ter até cerca de mais 2/3 kg só em retenção de líquidos.

Quando há uns tempos atrás ganhei uns quilinhos a mais resolvi ir a uma nutricionista para os perder e sobretudo para tentar aprender a comer melhor. Um dos problemas que eu tinha era quase sempre a sensação de estufamento após as refeições, mesmo quando não comia muito. Por mais dietas que tentasse fazer a minha barriga continuava a ficar inchada com frequência.

Na nutricionista descobri que um dos meus problemas era sem dúvida a retenção de líquidos. O que me causava isso?

– Passar muito tempo sentada (no meu caso, mas muito tempo de pé faz igualmente mal)

– Beber pouca água (deve-se beber pelo menos 1.5l por dia, eu nem chegava lá perto)

– Comer muito queijo amarelo (adoro queijo mas realmente faz-me mal, e outros alimentos como embutidos, conservas, pickles também não são aconselháveis)

– Usar muito sal (detesto comida insossa e este foi um dos meus maiores desafios pois o sal é o principal causador da retenção de líquidos)

Com a ajuda da nutricionista comecei a incutir certos hábitos na minha vida diária que me ajudaram em muito a combater este problema. Deixar de sentir a barriga inchada, sentir-me leve e sobretudo ver isso reflectido na balança motivou-me a manter estes hábitos até hoje.

Aqui ficam as dicas que eu sigo e que resultam (pelo menos comigo):

– Comecei a beber pelo menos 1l a 1.5l de líquidos por dia, não precisa ser só agua simples, pode ser agua com limão ou chás (o chá de cavalinha ajuda neste problema).

– Diminui o sal. Custou-me bastante mas aos poucos fui pondo cada vez menos sal na comida e a verdade é que o paladar se adapta mais rápido do que pensamos.

– Mudei para os alimentos integrais. Tostas, pão, arroz, cereais. Tudo o que possa comprar em versão integral não hesito.

– Ganhei o hábito de fazer caminhadas. Como passo muito tempo sentada no trabalho, compenso com uma caminhada ao fim do dia ou sempre que posso. Fazem maravilhas.

– O abacaxi é fantástico. É diurético e um excelente aliado a combater a retenção. Tornou-se no meu melhor amigo. A melancia também é uma fruta excelente pois tem muita agua. Também podem usar a casca do abacaxi para fazer chá. É só colocar a casca na agua e deixar ferver. Fica muito bom e é mais uma maneira de beber líquidos que nos faz bem.

– Deixei de comer queijos amarelos com tanta frequência e virei-me para os brancos. Ainda como queijos amarelos mas com mais moderação.

– Por último, quando sinto que preciso de ajuda extra, por exemplo no calor que é um grande aliado da retenção de líquidos, uso umas cápsulas excelentes: Arkocápsulas Orthosiphon.

Espero que de alguma forma estas dicas possam ajudar quem como eu sofre com este problema. Infelizmente, o problema não desaparece de vez mas pode ficar bastante controlado e deixarmos de sentir a barriga inchada, aquela típica sensação de desconforto e em vez disso sentirmos-nos leves e com a nossa auto-estima em alta!

 

Andrea Christie

 

 

5 Comments

  1. Eu também sofro desse problema.
    Essas dicas também fazem bem ao nível da celulite e perda de volume na barriga e pernas? Sinto-me um pouco inchada nas coxas e a barriga incha-me sempre por pouco que coma, ainda não me consegui livrar deste inchaço.

  2. Bom Dia, Andrea..
    Não sei se vive em Portugal, e mais concretamente em Lisboa, mas gostava que me indicasse o nome da sua nutricionista.. 🙂
    Gostava de ir a uma BOA nutricionista.. e pelo o que contou.. esta será uma das Nutricionistas que cuida de nós.. e não do seu bolso.

    Se preferir, envie-me para o meu e-mail, filipasdias@hotmail.com

  3. Meus pes e tornezelos infelizmente sao feios de tao inchados que sao
    Ha anos que sofro de tantas dores nos pes e pernas
    Vivo em Inglaterra, havera alguma possibilidade de comprar essas capsulas por aqui?
    Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *