É importante ter um parceiro?

É importante ter um parceiro?

Há pessoas que consideram ter um parceiro essencial para ser feliz, enquanto outras se sentem melhor estando livres no campo sentimental. Por isso, muitas vezes me pergunto se realmente é importante ter um parceiro?  Tudo depende dos gostos de cada pessoa e a necessidade de cada pessoa – é à conclusão a que chego.

Devemos reconhecer que socialmente é mais aceitável ter um relacionamento sério e estável, especialmente no caso das mulheres. Isto é porque nós ainda não superamos completamente certos estereótipos machistas, porque ainda há pessoas que vêem as mulheres solteiras como umas infelizes. Felizmente, a mentalidade da sociedade está a mudar, o que mostra que as mulheres podem gerir as suas vidas individualmente e tomarem decisões por si mesmas.

É importante ter um parceiro

É importante ter um parceiro?

Agora, ter um parceiro é uma escolha pessoal, que não deve depender do nosso meio ambiente ou da pressão social. Só deve servir os nossos próprios sentimentos/desejos, ou seja, devemos seguir o nosso coração. Seguindo esta linha, podemos encontrar duas posições: a dos que não procuram a estabilidade emocional e aqueles que só são felizes se tiverem um relacionamento sério e estável no ponto de vista amoroso. Ambas as posições são igualmente válidas e respeitáveis. O importante é fazer o que nos faz feliz, sem ser atraído para o que os outros possam pensar.

Não podemos negar que o amor de um parceiro é algo único que não se pode substituir por qualquer outra coisa, assim como o amor de uma  família ou de amigos. A questão é se é mesmo preciso um parceiro para ser feliz ou não. Se o nosso bem-estar depende da nossa estabilidade emocional, então é essencial ter um parceiro que nos vai apoiar emocionalmente e cobrir algumas necessidades emocionais. Caso contrário, a solidão e a liberdade serão os nossos melhores aliados.

Conclusão

Se está à procura de estabilidade emocional e de um relacionamento sério deverá pensar em ter um parceiro. Se por outro lado, está à procura de liberdade e de momentos de solidão, não deverá pensar em ter um parceiro – pelo menos num ponto de vista sério. Lembre-se que a decisão é sua, mas não tem “permissão” para magoar ninguém! Pense bem antes de agir e meça as suas atitudes e consequências ao milímetro.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *