IDEIAS ÀS SEXTAS – Partilhar tristezas com “Alegria”

A atualidade é o mote para o mais recente trabalho de Cristina Branco que, ironicamente, se intitula “Alegria”, a melhor resposta aos problemas do momento.

Doze temas que retratam 12 personagens e a forma como cada uma, dentro da sua idade, da sua profissão e da sua personalidade, olham para o que estamos a viver e, especialmente, para o amanhã.

Cristina Branco imaginou e compôs as pessoas e entregou-as aos “seus” autores. De Sérgio Godinho a Pedro da Silva Martins, de Manuela Freitas a Miguel Farias, “Alegria” guarda, ainda, um texto de Gonçalo M. Tavares , cujas palavras até dispensaram a música, e a versão feminina do “Jeremias O fora da Lei”, composta por Jorge Palma. Um disco para perturbar e para tocar nas feridas que, então, contempla a versão de Cristina Branco da “Construção” de Chico Buarque.

Este não é um disco cor-de-rosa, um disco de coisas bonitas, é a história de pessoas como nós, para que nos coloquemos ao lado delas, a olhar para a frente, enfrentando o momento. O paradoxo do que nos revelam as canções começa no título e passa pelo rosto da intérprete na capa: o palhaço de sorriso forçado… quase a desfazer-se.

A ouvir. A ler.

 

1361957528_427279_10151469881860659_1904117913_n

 

 

Até à próxima sexta.

Andreia Rasga


Refúgios de Felicidade
Atelier Fazer um Livro

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *