Maquilhagem: A Escolha do Corrector

Existem vários tipos de correctores no mercado e a escolha é cada vez mais complicada, principalmente para as iniciadas neste maravilhoso mundo da maquilhagem!

Para muitas mulheres, este é um produto que passa despercebido até que sejam devidamente aconselhadas por um profissional. O uso da base, por exemplo, pode ser dispensado, se utilizarmos um corrector adequado e o aplicarmos de forma uniforme e inteligente nos olhos e tez.

O ideal é termos um corrector que nos permita disfarçar as olheiras e corrigir imperfeições, sem termos de recorrer a mais nenhum produto.

COR:

A cor do corrector é muito importante, se queremos que fique natural e que faça o seu trabalho: tapar olheiras e cansaço sem o evidenciar! Nesse sentido, a cor deve ser o mais parecida com o tom da pele possível, mas obedecendo a algumas regras básica: pessoas com tonalidade de pele rosada ou com tendência a rosácea, podem e devem usar um corrector com uma tonalidade mais bege – não somos apologistas dos correctores verdes, para uma aplicação diária e prefiro aconselhar uma pré-base correctora do que deixar essa “responsabilidade” para o corrector, que deve ter uma aplicação fácil, descontraída e sem grandes preocupações. Todas sabemos que a maioria de nós abandona produtos “complicados” de usar e isso traduz-se um desperdício de dinheiro!

Peles pálidas ou amareladas podem beneficiar da aplicação de corrector em conjugação com um blush animado e com um tom saudável.

TEXTURA:

Os correctores devem ser hidratantes no caso das peles mais secas no contorno dos olhos e no caso de peles oleosas, podemos optar por um corrector de textura menos líquida, seguido sempre da aplicação de um pó da cor da pele para ajudar na fixação do mesmo.

APLICAÇÃO:

Independentemente de aplicarmos o corrector com os dedos, esponja ou pincel, o ideal é pontearmos em redor do olho (pálpebra móvel também, mas em pequena quantidade), e com toques delicados mas firmes, sem espalhar muito, ajudarmos o produto a misturar-se na pele e também na asa do nariz. Isto faz com que todo o centro do rosto fique corrigido e mais uniforme. No caso de usarmos base, aplicamo-la a seguir ao corrector. A aplicação de um pó neutro (preferencialmente mineral e solto) faz toda a diferença na fixação e efeito do corrector e posterior maquilhagem dos olhos.

A DIFERENÇA ENTRE CORRECTOR E ILUMINADOR:

Na ânsia de refrescar a aparência do rosto, há quem coloque iluminador na zona da olheira…isto pode resultar consoante a pele e o tom do iluminador em questão. Se for muito claro o efeito é o contrário ao que pretendemos: vamos dar mais ênfase à zona do rosto que queremos disfarçar e atenuar. O idela é aplicarmos sempre o corrector de tom adequado primeiro, e depois, abaixo do mesmo, na zona entre o olho e o blush, asa do nariz e entre as sobrancelhas, aplicarmos o iluminador.

Existem várias marcas de maquilhagem com produtos excepcionais para correcção. Destaco a importância de uma orientação profissional na escolha da maquilhagem mais adequada!

Para mais informações sobre Maquilhagem, Cursos e Aulas Individuais, contacte Joana Amoêdo Make Up Artist & Brow Designer

joanaamoedomakeup@gmail.com/969073283

 www.joanaamoedomakeup.com

 

correctoresFonte da imagem: Oriflame




 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *