Pedaços

Sinto em mim mil pedaços. Nao, espera mil e um, mil e tantos nao sei..

Todos eles de varias formatos, uns sobrepostos, outros que se salientam pelo seu tamanho, outros tao pequeninos que se transformaram em poeira. Todos eles fazem parte de um todo. De vez em quando tento reposicioná-los devagarinho, para voltar a formar o todo que se perdeu, junto-os, tento construir o puzzle de modo a que todas as peças encaixem de uma forma perfeita, harmoniosa como nunca se tivesse quebrado, rasgado, estilhaçado ou se transformado em pó ao longo do tempo. Mas num sopro tudo corre mal. E lá volto eu em pedaços que não encaixam.

Não pises mais em cima desses pedaços. Esses pedaços querem uma forma. E eu quero essa forma que se perdeu…

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *