Erros comuns ao limpar a Pele oleosa

Erros comuns ao limpar a Pele oleosa

1. Higienização
– A limpeza da pele deve ser feita de forma correta, só assim o aspecto de brilho não vai aparecer. Na hora de lavar, não use de forma alguma água com temperatura elevada. A água quente aumenta a produção natural de óleo, que é o que não queremos. Use apenas água fria, no máximo um pouco morna em dias de frio. Use sabonetes próprios para pele oleosa, que normalmente são em gel.
Não esfregue o rosto, faça apenas movimentos leves com as pontas dos dedos. Na hora de enxugar, apalpe a pele com uma toalha macia, também sem esfregar.

2. Hidratação
– Antes de hidratar, tonifique a pele. Uma vez por semana é legal usar um adstringente sem álcool. Ele equilibra o ph e fecha os poros, refrescando e acalmando a pele. Outro erro ao cuidar da pele oleosa é o uso de cremes e hidratantes que contém óleo na fórmula. Um hidratante corporal, por exemplo, não deve ser o mesmo usado na face. Procure usar produtos em gel, fluido, loção ou sérum. Produtos com ácidos na formulação podem ser indicados por um dermatologista em casos mais extremos.

3. Proteção
– O protetor solar, assim como os demais produtos aplicados na pele oleosa, deve ser em gel ou totalmente livre de óleo. Além do aspecto brilhante, a pele com oleosidade excessiva traz espinhas e manchas que podem ser evitadas com tratamentos adequados e simples, sem falar na prevenção. Toda pele precisa de proteção solar.

Dicas para cuidar da pele oleosa

Lave sempre com água fria, use produtos específicos para o seu tipo de pele, cuidado com o exagero deles, tonifique, hidrate, não use as mãos para esfregar a pele e assim por diante. Para problemas mais intensos e complexos, procure um dermatologista. O oleosidade pode ser uma disfunção hormonal ou outro detalhe irregular do organismo. Por isso consultar um especialista é o mais indicado.

Pele Oleosa

Enviado por: Ana Moura