Como vários estudos têm comprovado, a hora do dia que fazemos as nossas refeições é crucial quando se trata de perder ou ganhar peso.

Comer à noite em abundância está inequivocamente associado com a produção de gordura, excesso de peso e obesidade. Quanto mais tarde jantar, e quanto mais perto for a hora do jantar da hora de  ir para a cama, pior. O ideal é jantar pelo menos duas horas antes de ir dormir, mas o aumento de peso não depende apenas da hora do dia a que jantamos, mas também do tipo de alimento que comemos.

Se você está a tentar perder peso, o jantar é fundamental. À noite, o corpo demora mais tempo para queimar as calorias  resultante dos alimentos que você comeu.

Mas também é o período do dia em que estamos mais tempo sem comer. Se o jantar foi baixo em calorias, enquanto dormimos, o corpo vai buscar as reservas e vai queimar mais gorduras.

O jantar perfeito, de acordo com a maioria dos nutricionistas, deve fornecer entre 15 e 25% das calorias diárias, um número que geralmente é  ultrapassado. O ritmo de vida actual impõe rotinas que não são saudáveis,  de manhã saímos apressadamente e por vezes sem tomar o pequeno almoço ou tomamos algo pouco saudável, e  quando chegamos em casa no final do dia estamos com fome e comemos o que está no frigorífico.

Existem cinco tipos de alimentos a evitar durante a noite.

Alimentos gordurosos: alimentos pesados ​​e gordurosos, não só fazem você se sentir-se mais pesada na manhã seguinte, mas também dão mais ao  estômago para os digerir. Fique longe de fast food, nozes, gelados e  alimentos que tenham queijo. 

Alimentos ricos em carboidratos ou açúcares: Um pouco de doces pode ser o que você precisa para descansar feliz, mas comer uma grande fatia de bolo de chocolate,  provoca um aumento nos seus níveis de açúcar no sangue e pode fazer com que os seus níveis de energia baixem, interrompendo o processo de sono. Evite bolos, biscoitos ou outras sobremesas, lanches ricos em carboidratos, como biscoitos ou pão branco e coma antes uma maçã.

A carne vermelha e outras proteínas : tal como os alimentos gordurosos, a carne vermelha à noite  torna a digestão mais difícil e  irá adormecer enquanto o estômago estará a  digerir. Não há necessidade de evitar completamente as proteínas, certifique-se  apenas comer uma menor quantidade, como uma fatia de peito de peru ou iogurte.

Alimentos picantes: Especiarias pode ser uma causa para uma ampla gama de doenças, mas quando você quer comer algo durante a noite, fique longe de molhos picantes. Os alimentos picantes podem causar dores de estômago, e não só pois podem estimular os seus sentidos, tornando-se difícil de dormir.

Grandes porções: Mantenha a quantidade total de calorias em 200 e não terá nenhum problema em adormecer nem de digestão quando for para a cama. Você também vai sentir-se bem e ter uma noite de sono tranquila.

E lembre-se de limite a quantidade de álcool, porque o excesso de álcool irá produzir uma má noite de sono.

2 COMENTÁRIOS

  1. Há uma parte com que concordo, que é a parte dos alimentos gordurosos. O resto, se vc jantar às 5 da tarde (mas não mais tarde do que as 6) vc consegue digerir tudo, desde que em moderação, e bebendo chá verde. Estou perdendo peso assim. 🙂

  2. … Por favor, parem de partilhar estes mitos descabidos. Engordar é pura matemática. Baixos e altos no ritmo metabólico, o que o corpo consome das “00h ás 24h” é fixo. Em certos períodos queim mais, em outros menos, mas o total é sempre o mesmo.

    Portanto obviamente, que se 2400 calorias são queimadas e 2400 calorias são consumidas, não é assimilada gordura.

    A unica coisa que interessa é o rácio de gordura e nutrientes saudáveis.

    Estes tipos de mitos só criam desiquilibrios no ritmo de ingestão, e isso sim, quando são ingeridos alimentos de pobre qualidade, são mal ingeridos porque o corpo dá prioridade a acumular calorias em vez de nutrientes de qualidade.

    Comam 80% legumes vegetais e fruta durante 2 semanas e sentem fisicamente a diferença.

Comments are closed.